Essa criança birrenta

Quero avisar de antemão a este salão quase vazio, fim de festa, aos seus últimos sobreviventes que ainda permanencem aguardando que o bom da noite aconteça que

Em relacionamentos (único evento que acessa o meu coração), principalmente quando permito abrir o peito – literalmente -, a minha criança birrenta aparece.

Na tentativa de buscar um “pai”…
E esbarrando naqueles mais “coniventes”, naqueles que mais não ajudariam a educar essas birras na esperança de resolvê-las.

Mas como encontrar esse tipo de pai que não sei reconhecer em sua totalidade, tendo apenas em mim a imagem de um pai que você nunca soube que te ama, tendo oferecido muito, mas nunca a certeza.

Já não sei mais o que é amor.

A gente aprende ou nasce sabendo?

PRECISO/ QUERO alguém que realmente saiba. Por fazê-lo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s