As Turbulências (e o Romance) de um Nariz Congestionado

“Você não precisa de um buquê de flores, você precisa de um rolo de papel higiênico.”

Foi assim nos reprimórdios do nosso amor.
Aquele cuidado afetuoso de quem se preocupa em não perder o tesão diante da dificuldade de respirar enquanto beija.

“Eu tenho preferência pelos sons que falam mais do nosso íntimo.”

Mas eu não dizia a respeito do assoar das minhas narinas entupidas e renitentes.

Ouvindo Greta Van Fleet seguido de Jazz enquanto respirávamos o mesmo ar.
Aqui e agora.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s