Seus olhos

É bem verdade que eu nunca gostei dos seus olhos…
Especificamente do formato.
Me fazia lembrar o seu lado paterno, um olhar vago. Uma visão de mundo que eu não gosto.
Mas eu lembro bem da cor viva que seus olhos refletiam do sol daquela manhã em que conheci seu pai e tomamos um café.
Vi bondade nele, mas não vi foco.
Foco…

Eu vou trabalhar para enxergar tanta beleza no meu reflexo quanto enxergava em você. Uma beleza que a distância ofusca, mas que a soma dos nossos dias juntos intensificava.

Eu me alegro por saber que pude viver por um tempo nesta minha vida com alguém que me despertava tanta vontade de amar…

É dolorido demais pensar que não era assim pra você.

Eu faria te tudo e estava lutando por isso, até que percebi que eu lutava numa batalha solitária.

E a nossa guerra foi vencida, afinal.

Saímos mortos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s